O que é a acupunctura?


A acupunctura é um método terapêutico que remonta a tempos tão distantes e imemoriais que a sua existência se confunde com a história da própria China. Apesar de se saber que a acupunctura já se pratica há mais de 5000 anos, não há quaisquer registos precisos que esclareçam quanto ao seu surgimento.

 

A acupunctura, enquanto método terapêutico, não só faz parte integrante da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) como é a sua componente mais conhecida no ocidente. Para além da acupunctura, a MTC compreende outros métodos terapêuticos, tais como o Qigong, a dietética chinesa, a massagem Tui-ná, a fitoterapia e a moxibustão.

 

O termo acupunctura deriva dos radicais latinos acus (agulha) e pungere (puncturar). Esta terminologia foi criada por uma clérigo europeu no século XVII após observação do uso da técnica na China. A acupunctura, no país do Centro, como é designada pelos chineses,  é conhecida por Zhenjiu, Zhen de agulha e Jiu de cauterização / moxa.

 

A acupunctura é usada para o alívio, prevenção e tratamentos de diversas doenças, através da inserção de agulhas finíssimas em pontos específicos do corpo.

No caso da dor, o  que a torna a acupunctura particularmente fascinante , é o  facto da técnica , por razões ainda não inteiramente explicada pela medicina,  induzir a libertação de neurotransmissores,como as endorfinas,dinorfinas e as encefalinas, responsáveis pelo mecanismo da modulação da dor. Na maior parte dos casos, os efeitos da acupunctura são imediatos , havendo uma redução da sintomatologia dolorosa entre 70-90% e por vezes  100%.

 

 Face aos resultados incontestáveis da acupunctura, a  Organização Mundial de Saúde (OMS) detalhou mais de 200 doenças passíveis de serem tratadas com sucesso por acupunctura, das quais refiram-se:

 

 - Ansiedade

- Obstipação;

- Depressão;

- Distúrbios da Menopausa;

- Dores (Cabeça; Fibromialgia; Osteoartrite; Osteoartrose; Lombar; Tendinite, etc.);

- Esporão Calcâneo;

- Stress;

- Gastrite;

- Hemorróidas;

- Hipertensão Arterial e Hipotensão primária;

- Edema ;

- Insónias;

- Labirintite;

- Náuseas e Vómitos;

- Ovário policístico;

- Problemas respiratórios (Gripe; Rinite alérgica; Sinusite; Asma brônquica...);

- Infertilidade;

- Tabagismo;

- Tendinite;

- Vertigens;

- Zumbidos

 

 A acupuntura permite igualmente o tratamento e resolução de problemas do foro estomatognático como parestesias, tinnitus, dor oro-facial, paralisia facial  e  de outras situações resultantes de intervenções cirúrgicas.

   

Contrariamente ao que se pensa, embora a acupuntura seja  método natural, a sua  prática  não está totalmente isenta de contraindicações . Em alguns casos, a acupunctura pode causar efeitos colaterais ligeiros, tais como dores na região da aplicação das agulhas, sonolência( deve-se alertar os pacientes sobre essa situação se porventura forem conduzir) ou até mesmo ligeiro sangramento. Por esta razão, deve-se ponderar muito bem o tratamento de acupunctura em pacientes com problemas de doenças hemorrágicas ou alergia a metais. Certos pontos de acupuntura devem ser evitados em situações de gravidez e alguns pontos não deverão ser puncturados bilateralmente.

 

Desta feita, deve informar-se e verificar se o tratamento de acupuntura é feito por um acupunctor qualificado com cédula profissional devidamente registado na ACSS, antes de iniciar qualquer tratamento por acupunctura. 

 

Se tem dúvidas, entre em contacto com a nossa equipa!