É possível envelhecer sem nunca perder o espírito jovem. Mas quando nos olhamos ao espelho, dia após dia, encontramos sinais de que a juventude está cada vez mais longe. Felizmente, hoje em dia são já muitas as técnicas que permitem atrasar o processo de envelhecimento; uma delas dá pelo nome de Plasma Rico em Fatores de Crescimento (PRGF® – Endoret®) e está mais perto do que pensamos: dentro do nosso corpo.

Consiste na activação de um conjunto de proteínas naturalmente presentes no plasma e nas plaquetas do nosso sangue. Entre diversas aplicações, é indicada para o rejuvenescimento facial, uma vez que, sem alterar as expressões do rosto, estes factores de crescimento aceleram e estimulam a regeneração e reparação dos tecidos, de forma natural e duradoura.

Esta técnica foi desenvolvida pelo BTI Biotechnology Institute, fundada em 1995 e presente em mais de 20 países. É actualmente uma referência científica global no âmbito da Medicina Regenerativa. Mais de meio milhão de pacientes foram já tratados com esta tecnologia sem terem sido detectados quaisquer efeito negativos.

Os resultados são visíveis após 24 horas desde a primeira aplicação. Rapidamente observa melhoria da hidratação e luminosidade da pele e redução do impacto das rugas. Este tratamento favorece o aumento da secreção de pró-colagénio e elastina e estimula a produção natural de ácido hialurônico, combatendo a flacidez da pele, tornando-a mais firme e consistente.

Habitualmente, esta é uma técnica indicada a partir dos 35 anos, na perspectiva da prevenção, e a partir dos 45 anos para efeitos regenerativos. A recomendação tradicional é que sejam realizadas no mínimo 3 sessões nos primeiros 3 meses, sendo depois personalizado caso a caso. O Instituto Português da Face é certificado pelo BTI Biotechnology Institute para realizar este procedimento, todos os elementos utilizados foram concebidos pelo mesmo instituto e garantimos o mesmo nível de qualidade em todos os tratamentos e resultados.