Cirurgia Oral e Maxilar

 
 
Saiba Mais
 
 

COORDENADOR DE DEPARTAMENTO

 
 
PROF. DOUTOR DAVID ÂNGELO
 

PROF. DOUTOR DAVID ÂNGELO

 
 
 
O departamento de Cirurgia Oral e Maxilar do Instituto Português da Face está dedicado à avaliação, diagnóstico, tratamento e reabilitação da patologia oral e dos maxilares.

A nossa equipa está focada em intervenções realizadas sob o conforto da anestesia geral, das quais destacamos: exodontia de sisos inclusos (terceiros molares inclusos), enucleação de quistos dos maxilares, exodontia de vários dentes sob anestesia geral em doentes que não tolerem tratamentos dentários sob anestesia local.

Os sinais e sintomas das diferentes patologias orais e maxilares podem manifestar-se de apenas em exames radiológicos ou podem apresentar-se de forma mais intensa com tumefacção dos maxilares, infecções repetidas ou diminuição da sensibilidade facial.

A nossa equipa multidisciplinar tem como principal objectivo proporcionar os melhores cuidados de saúde em doentes com Dentes Inclusos, Quistos dos Maxilares, ou outras patologias orais e/ou maxilares.

 
 
 
 

Outros Médicos

 
 
Dr. David Sanz
 

Dr. David Sanz

 
MÉDICO
 
 

Membros da Equipa

 
 
 
 
Maria do Carmo -  Instituto Português da Face
 

Maria do Carmo

 
FISIOTERAPEUTA
 
 
 
 

Shanna Soares

 
FISIOTERAPEUTA
 
 
 
 
 
 
Dos diagnósticos mais comuns em doentes com patologia cirúrgica oral e maxilar destacamos: Terceiros Molares Inclusos (Sisos Inclusos) e Quistos dos Maxilares.
 
 

Terceiros Molares (dentes do siso) inclusos

 
 
 
 
Os terceiros molares (mais conhecidos como dentes do siso) são os últimos a erupcionar na arcada dentária, normalmente entre os 16 e os 20 anos de idade.

Antigamente, os dentes do siso ajudavam na mastigação de raízes, nozes e carnes cruas. Porém devido ao menor desenvolvimento dos maxilares devido a uma dieta contemporânea cada vez mais pastosa, os terceiros molares acabam por não encontrar espaço para erupcionarem normalmente. Podem estar relacionados com um apinhamento dos demais dentes, sendo então, muitas vezes, recomendada a sua exodontia. Atualmente os terceiros molares são considerados desnecessários para o desenvolvimento humano.

EXODONTIA DE TERCEIROS MOLARES

São indicações formais para exodontia de terceiros molares:

1. Terceiros molares parcialmente erupcionados ou impactados (mesioangulares) com contato com o segundo molar, em que, a junção amelocemento possa provocar uma ... Leia mais
 
 
 
 
 

Quistos dos Maxilares

 
 
Os quistos nos maxilares são caracterizados como lesões de grande variedade que merecem um diagnóstico preciso.

A grande maioria dos quistos são benignos mas existem quistos com potencial maligno que merecem especial atenção.

A maioria dos quistos (51%) são quistos inflamatórios que se não forem tratados podem atingir grandes dimensões e fragilizar/comprimir estruturas anatómicas. Numa fase inicial a maioria destes quistos pode ser tratada sob anestesia local com segurança. Em quistos de maiores dimensões recomendamos o tratamento sob anestesia geral.

TIPOS DE QUISTOS

Quistos Odontogénicos
Quistos periapicais (radiculares): estes quistos são os mais comuns nos maxilares e estão normalmente associados a dentes sem vitalidade. O tratamento destes quistos consiste no tratamento de canal dos dentes associados e posterior enucleação cirúrgica do quisto. O prognóstico é bom.

Quistos dentígeros:  Leia mais
 
 
 
 
 
 
 
 

Tratamentos

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Testemunhos

 
 
 
 
 
“Uma bactéria quase me matou - Testemunho de Jaime José Nhatee...”
 
 
 
 
 
 

Artigos Relacionados

 
 
 articulação temporomandibular - Instituto Português da Face
 
Tirar os sisos inclusos/terceiros molares num só dia? Sim é possível!
 
No Instituto Português da Face desenvolvemos o projeto fast track surgery ..continuar a ler
 
 
 
 articulação temporomandibular - Instituto Português da Face
 
Foi detectado um quisto dentário ou maxilar? Saiba o que fazer.
 
A maioria dos doentes que observamos no Departamento de Cirurgia Oral e Maxilar do ...(continuar a ler)